Tipos de Probióticos
SiteLock

Se interessou pelos probióticos? Para recebê-los entre em contato conosco.

Email probiotico@kefirbr.com

Enviamos amostras desidratadas juntamente com manuais de cultivo para qualquer região do Brasil.

O serviço de envio é voluntário, cobrado apenas os cuidados de cultivo, manuseio, desidratação, embalagem e envio. Não somos uma Empresa.

Leia ATENTAMENTE a todas as informações dos probióticos ANTES de solicitar.

Copyright ©‎ 2017 Kefir BR - Todos os direitos reservados

WhatsApp Kefir BR (85) 999332264

Microbiota do Kefir de leite

 

LACTOBACILOS

Lactobacillus acidophilus

Lb. brevis [Possivelmente agora Lb. kefiri ]

Lb. casei subsp. casei

Lb. casei subsp. rhamnosus

Lb. paracasei subsp. paracasei

Lb. fermentum

Lb. cellobiosus

Lb. delbrueckii subsp. bulgaricus

Lb. delbrueckii subsp. lactis

Lb. fructivorans

Lb. helveticus subsp. lactis

Lb. hilgardii Lb. helveticus Lb. kefiri Lb.kefiranofaciens subsp. kefirgranum Lb.kefiranofaciens subsp. kefiranofaciens Lb. parakefiriLb. plantarum

ESTREPTOCOCOS / lactococci

Streptococcus thermophilus

St. paracitrovorus ^

Lactococcus lactis subsp. lactis

Lc. lactis subsp. lactis biovar. diacetilactis Lc. lactis subsp. cremorisEnterococcus durans Leuconostoc mesenteroides subsp. cremoris

Leuc.mesenteroides subsp. mesenteroides Leuc. dextranicum

LEVEDURAS

Dekkera anomala t / Brettanomyces anomalus um

Kluyveromyces marxianus t / Candida kefyr um #

fermentans Pichia t / C. firmetaria um

Yarrowia lipolytica t / C. lipolytica um

Debaryomyces hansenii t / C. famata um #

Deb. [Schwanniomyces] occidentalis

Issatchenkia orientalis t / C. krusei um

Galactomyces geotrichum t / Geotrichum candidum um

C. friedrichii

C. rancens

C. tenuis

C. humilis

C. inconspicua

C. maris

Cryptococcus humicolus

Kluyveromyces lactis var. lactis #

Kluyv. bulgaricus

Kluyv. lodderae

Saccharomyces cerevisiae #

Sacc. subsp. Torulopsis holmii

Sacc. pastorianus

Sacc. humaticus

Sacc. unisporus

Sacc. exiguus

Sacc. turicensis sp. novembro Torulaspora delbrueckii t * Zygosaccharomyces rouxii

 

Acetobacter

Acetobacter aceti

rasens Acetobacter

 

Tipos de Probióticos

Kefir de água

Kefir de Leite

Kombuchá mushroom (tradicional )

O kefir de água é uma bebida probiótica fermentada por uma cultura de bactérias e leveduras diferentes. Os grãos de kefir são grãos transparentes que se alimentam de basicamente açúcar mascavo, se multiplicam, consomem o açúcar, potencializam os minerais e em troca, te dão uma bebida refrescante e levemente gaseificada.

Microbiota do kefir de água

 

Lactobacilos:

 

Lactobacillus galactose

Lb. brevis

Lb. casei subsp. casei Lb. paracasei subsp. paracasei Lb. casei subsp. Ramos Lb. casei subsp.tolerante Lb. coraciiform subsp. torquens Lb. frutose Lb. Hilarities Lb. homofobia Lb. plantarum Lb.pseudo plantarum Lb. admoesta

 

 

Estreptococos / lactococci:

 

Streptococcus cremeris

Str. faecalis

Str. lactis

Leuconostoc mesenteroides

Pediococcus damnosus

 

 

Leveduras:

 

Saccharomyces cerevisiae

Sacc.Florentinus

Sacc.pretoriensis

Candida valida

C. lambica

Kloeckera apiculata

Hansenula yalbensis

O kefir de leite pode ser feito a partir de qualquer tipo de leite de origem animal. (vaca, cabra ou ovelha) Tem aparência de uma massa branca e gelatinosa, composta por proteínas, Lípidos e mucopolissacarídeo solúvel (kefiran).

A bebida pode ser preparada em casa, adicionando os grãos de kefir no leite e armazenar adequadamente. O líquido fermenta em aproximadamente 24 horas, a uma temperatura de 18-30ºC. Depois deste período, o leite deve ser coado e os grãos do kefir são adicionados a outro leite, fazendo assim de forma cíclica, por tempo indeterminado.

Kombucha mushroom (tradicional) é uma bebida feita a partir da fermentação de algum chá rico em cafeína, (mais tradicionalmente chá preto ou chá verde) pela adição de um biofilme rico em leveduras e bacterias acéticas entre outras em simbiose (colônia de Kombucha). Para a fermentação prepara-se o chá, normalmente chá preto ou verde mas pode ser qualquer chá desde que seja bem doce e que este chá não seja antibiótico natural. Depois de pronto e já resfriado é colocada a colônia de Kombucha e tudo isto é deixado em repouso para o processo de fermentação da bebida. Após alguns dias quando quase todo o açúcar foi fermentado, e a bebida está com sabor ácido mas ainda levemente doce está pronta a ser consumida.

A colônia do Kombuchá contém uma simbiose de uma espécie de levedura e das bactérias do ácido acético:

 

Bacterium xylinum.

 

A espécie de levedura presente pode variar, e pode incluir:

 

Brettanomyces bruxellensis

Candida stellata

Chizosaccharomyces pombe

Torulaspora delbrueckii

Zygosaccharomyces bailii.

 

A cultura se parece com uma panqueca grande, e tem sido chamada freqüentemente de cogumelo.

Jun

Os primeiros escritos sobre JUN datam de que o chá foi descoberto por volta a 600 aC no nordeste da China, onde o elixir foi valorizado pela sua capacidade de abrir de energia na circulação do corpo. Culturas Jun são preciosas e um pouco difícil de encontrar. Tidas até hoje como culturas "herança".

O que diferencia o probiótico Kombuchá mushroom, Kombuchá do Himalaia e o Jun?

Jun é leve e delicado com um sabor azedo agradável e uma doçura suave. Fermenta melhor no chá verde adoçado pelo mel. Kombuchá fermenta melhor no chá preto adoçado com açúcar. Isto significa que Jun seria livre de quaisquer potenciais resíduos de dissacarídeos do açúcar branco. Com efeito, tendo provado tanto o Jun quanto Kombucha feito com chá verde e mel, há uma nítida diferença no perfil de sabor entre os dois. Jun é delicado e não é concretamente azedo como Kombucha (mesmo kombucha fabricado com chá verde e mel). Ambos produzem bebidas probióticas efervescentes. Jun tem o teor mais alcoólico (cerca de 2%), enquanto kombucha 0,5% para um lote típico.

Além da diferença no substrato e sabor, Jun tipicamente completa o seu ciclo de fermentação mais rápido do que o faz Kombuchá. Ele reproduz culturas mais finas do que Kombucha e fermenta melhor a uma temperatura mais baixa (20-25 ºC). Enquanto Kombuchá a (25,5-29 ºC). Já o Kombuchá do Himalaia é fabricado e mantido em uma mistura de frutas frescas e açúcar não refinado como fonte de alimento. Sendo assim bem vantajoso para aqueles que não querem cafeína em sua dieta!

 

 

O Kombucha do Himalaia é originario do norte da Índia. Ele é fabricado e mantido em uma mistura de frutas frescas e açúcar não refinado como fonte de alimento. As culturas tradicionais de kombucha crescem em uma mistura de chá preto e açúcar. O kombuchá do Himalaia é bem vantajoso para aqueles que não querem cafeína em sua dieta!

Kombuchá do Himalaia

Caspian, Filmjolk, Viili, Bulgaricus, Amasi,Skyr, Yonah Shimmel, Buttermilk, Langfil e Piimä.

Caspian Sea Yogurt, Viili, Filmjölk, Bulgaricus, Amasi, Skyr,Yonah Shimmel, Buttermilk, Langfil e Piimä são probiótidos que não possuem grãos como o Kefir, o próprio iogurte irá gerar novos iogurtes. Possuem bactérias Mesofílicas e culturas do tipo thermophilus, fermentam entre 20 a 50º C, na temperatura ambiente e não necessitam de aquecimento para fermentar. São culturas de diferentes bactérias e por isso diferentes na origem, sabor e consistência. O Sabor desses iogurtes é bem mais suave em comparação ao kefir de leite. Os dez tem benefícios de um probiótico comum. São lactobacilos vivos. Estimulam o sistema nervoso central estimulando o sono, melhoram a microflora no intestino, agem como redutor do colesterol, aumentam o teor de umidade na pele e estimulam o sistema imunológico .

O Filmjolk é originário da Suécia e tem em sua composição:

 

Lactococcus lactis

e

Leuconostoc mesenteroides

 

O Viili é originário da Finlândia e tem em sua composição:

 

Bactérias lácticas:

Lactococcus lactis subsp. cremoris,

Lactococcus lactis subsp. lactis biovar. diacetilactis

Leuconostoc mesenteroides subsp. cremoris .

Quandoo Lactobacillus plantarum, Streptococcus thermophilus, Lactobacillus paracasei, Bacillus cereus e Lactobacillus delbrueckii.

Entre essas cepas LAB mesófilos, o Lc. lactis subsp. cremoris produzem o heteropolissacarídeo , chamado viilian, que são semelhantes ao kefiram presente no kefir de leite.

 

Leveduras: marxianus Kluveromyces e fermentans Pichia, Geotrichum candidum.

Lactobacilus. Bulgaricus

é um probiótico originário da Europa. São microorganismos que inibem o crescimento de outras bactérias como Clostridium perfrigens, Bacillus subtilis, Cândida albicans, Escherichia coli, Proteus vulgaris e outros. Auxiliam a manutenção da flora bacteriana intestinal, a estabilização do pH, a síntese de vitamina K, vitaminas do complexo B, melhora a digestão dos alimentos e a biodisponibilidade dos nutrientes.

Amasi é um dos vários alimentos fermentados e bebidas na África do Sul. O gosto de Amasi é descrito como em entre um gosto de queijo cottage e iogurte natural. É um produto lácteo que traz muitos benefícios de saúde, graças ao seu grande valor nutricional. Este produto lácteo é boa fonte de vitamina B-12, boa fonte de cálcio, boa fonte de proteína, baixo teor de gordura, rico em fermentos, oligoelementos, antibióticos, e ácido láctico. Por conta de seu conteúdo de nutrientes, há uma infinidade de benefícios para a saúde de Amasi. Estes benefícios de saúde incluem: Auxilia na absorção de nutrientes, Anti-inflamatórios, estimula o sistema imunológico, Reduz gorduras indesejadas, Lutas diarreia, Melhora a digestão, Ele ajuda a reduzir a inflamação, fortalece o sistema imunológico

 

 

Amasi é enriquecido com boa quantidade de vitaminas e minerais, oferecendo, assim, o cuidado da pele que você merece. Consumir Amasi, Exfoliates pele morta do corpo, dá a pele brilhante e sem falhas, dá uma pele mais suave, amaciante natural da pele.Amasi é uma bebida de cultura com mais de 30 probióticos. Ele fornece o seu corpo proteínas de alta qualidade, vitaminas, minerais, enzimas, probióticos e gorduras saudáveis. Como vemos, os benefícios de Amasi, superam de longe os benefícios anunciados do o iogurte comercial. Fermenta-se no leite a temperatura de até 42 ºC. Possui em sua composição: espécies de bifidobactérias, Lactobacillus acidophilus ,cáucaso Lactobacillus, Lactobacillus bulgaricus, Lactobacillus rhamnosus , espécies Acetobacter, Leuconostoc, Bactérias ácido-lácticas:

Lactobacillus plantarum,

Lactobacillus helveticus,

Lactococcus lactis subsp. lactis,

Leuconostoc lactis,

Leuconostoc citreum,

Leuconostoc mesenteroides subsp. dextranicum, Lactobacillus delbrueckii subsp. lactis,

Lactobacillus casei subsp. casei

Lactobacillus casei subsp. pseudoplantarum 108 CFU/ml.

Skyr foi trazido da Noruega para a Islândia mais de 1100 anos atrás por isso é bem popular em partes da Noruega. Produz um iogurte mais suave que o kefir e tem sido uma probiótico muito utilizado na cozinha islandesa já a mais de mil anos.

Skyr tem proteína de cerca de 12%, 3% de hidratos de carbono, e 0,5% de gordura. Ele é rico em cálcio e vitaminas. Possui baixo teor de gordura, é denso e nutritivo, 80% do soro removido é concentrando. Promove o controle da microbiota intestinal após o uso de antibióticos, diminuição da população de bactérias maléficas no nosso organismo, auxílio no sistema imune, auxilia no emagrecimento, promove o aumento da absorção de cálcio e outros minerais e vitaminas, diminuição do risco de osteoporose, diminuição do risco de câncer de cólon, redução da atividade ulcerativa da H.pylori, prevenção na dermatite atópica, diminuição da distensão abdominal, flatulência na Síndrome do Intestino Irritável, previne doenças cardiovasculares, diminui concentrações plasmáticas de colesterol, promove efeitos anti-hipertensivos previne infecções urogenitais, auxilia no tratamento e prevenção da diarréia aguda, colabora para que somente sejam absorvidas pelo intestino as substâncias necessárias, eliminando assim o excesso de glicose (açúcar) e colesterol, favorecendo, então a diminuição do colesterol e triglicérides totais no sangue;

Possui efeito bifidogênico, isto é, estimulam o crescimento das bifidobactérias, responsáveis por inibirem a atividade de outras bactérias que são putrefativas e intoxicantes.

Fermenta-se no leite a temperatura de até 40 ºC. Os microrganismos utilizados mais importantes são: Streptococcus thermophilus e Lactobacillus bulgaricus, Lactobacillus acidophilus, Várias espécies de gênero Bifidobacterium , como: Bf. Bifidum, Bf. Longum, Bf. Adolescentes, Bf. Breve, Bf.

infantis.

O Caspian Sea Yogurt é originário da

Europa e tem em sua composição:

 

Bactérias lácticas:

Estreptococos cremoris nome científico

Lactococcus lactis subespécie cremoris

 

De levedura:

Gluconobacter Bacillus nome científico

Lactobacillus Lactobacillus

 

Buttermilk

 

Cultura é originária dos Estados Unidos da América. Em sua composição contém Lactococcus lactis subsp. cremoris, Lactococcus lactis subsp. lactis, Lactococcus lactis subsp. lactis biovar. diacetylactis e Leuconostoc mesentoroides subsp. cremoris. Possui bactérias Mesofílicas e fermenta-se no leite a temperatura entre 20 e 25 ºC.

 

Yonah Schimmel

 

Cultura é originária da Romênia. Em sua composição contém Lactobacillus delbrueckii subsp. bulgaricus and Streptococcus thermophilus. É um Iogurte thermophilus e fermenta-se no leite a temperatura entre 20 e 50 ºC.

 

Langfil

 

Cultura é originária do norte da Suécia. Em sua composição contém Lactococcus lactis subsp. Lactis, Lactococcus lactis subsp. Cremoris, Lactis, Lactis biovar. Diacetylactis e Leuconostoc mesenteroides subsp. Cremoris e Lactobacillus delbrueckii subsp. Bulgaricus) Possui bactérias Mesofílicas e fermenta-se no leite a temperatura entre 20 e 25 ºC.

Piimä

 

Cultura é originária da Finlândia. Em sua composição contém contém as seguintes bactérias ativas do ácido lático : S. lactis var. Bollandicus e S. taette. Possui bactérias Mesofílicas e fermenta-se no leite a temperatura entre 20 e 24 ºC.